Buscar
Voltar à home
Ensaios
Rede
Faça parte
Publicações
Loja
Quem somos
Entre em contato
Início
Ver ensaio
A autora

Devastação

Paula Huven

2014

Paula Huven

“Para Lacan, a devastação é a difícil trama de uma demanda infinita de amor que impossibilita a filha de se separar da mãe para constituir-se como mulher. Na série Devastação o que vemos de imediato é um encontro. Mãe e filha sentam-se diante de um espelho falso, através do qual está a câmera. Aqui não se trata de um olhar direto, mas de um olhar enviesado: mãe e filha estão lado a lado, olham-se uma para a outra através do espelho. Mas o que poderia ser menos inquietante, porque aparentemente distante, beira o insuportável: como estar diante de um espelho e olhar o outro, se o espelho é o artifício que devolve a minha própria imagem?  O que acontece quando eu olho para o espelho e o que lá encontro é a imagem do outro? Essa inversão desestabiliza de imediato uma ordem da relação: misturamo-nos nos olhos e nas imagens, somos extraviados do nosso próprio corpo, tecidos no corpo do outro. O rosto da mãe, o rosto da filha, instâncias de uma intimidade avassaladora, tornam-se, também, de uma estrangeiridade absoluta.” (Fragmento do texto crítico de Carolina Junqueira dos Santos)

Paula Huven
Paula Huven
Paula Huven
Paula Huven
Paula Huven
Paula Huven
Paula Huven
Paula Huven
Paula Huven
Paula Huven
paula_huven.jpg
Paula Huven
Rio de Janeiro – RJ
Artista visual  Fotógrafa  Pesquisadora
@paula_huven